Teresina

Presidente da FMS fala sobre agendamento da vacina contra Covid

Gilberto Albuquerque falou em entrevista que alguns imunizantes não podem ser aplicados em drive-thru.

O presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina, Gilberto Albuquerque, falou nesta quarta-feira (21), em entrevista ao Alerta Geral da Band Piauí, sobre o agendamento da vacina contra a Covid-19 e explicou o porquê de a capital deixar de realizar drive-thru de vacina por alguns dias.

O médico afirmou que existem vacinas que não podem ser aplicadas por sistema drive-thru devido a necessidade de uma estrutura hospitalar, para socorrer o paciente no caso de reação. Ele também relatou que os imunizantes são distribuídos pelos municípios à população de acordo com a quantidade de doses enviadas pelo Ministério da Saúde.

“A Janssen e a Pfizer não podem ser aplicadas em drive. Para essas duas vacinas tenho que montar uma estrutura de médico de apoio, Samu e não posso aglomerar. A pessoa teria que sair do carro [se aplicada em drive-thru], sentar, esperar pelo menos 15 minutos após a aplicação da dose”, disse Gilberto Albuquerque.

O médico revelou que em Teresina ocorreram três casos de pessoas que tiveram reação à vacina e que todos os cuidados devem ser redobrados, seguindo a recomendação dos fabricantes.

Confira a entrevista completa:


Mais conteúdo sobre:
Covid-19Ministério da SaúdeSesapi

Dê sua opinião: