Tony Trindade

Medidas divergentes só atrapalham

Anunciar (ou ameaçar) a publicação de decreto que contraria outro sem dialogar não é uma iniciativa que contribui para amenizar a crise.

O decreto estadual em vigor no Piauí, publicado pelo Governo do Estado, prevê a proibição de abertura do comércio nesta quinta e sexta-feira. As restrições valem até o próximo dia 21. No entanto, ontem (16), o prefeito de Teresina, Dr. Pessoa (MDB), anunciou que é contra o fechamento do comércio nesses dois dias e sinalizou que vai publicar um decreto autorizando essa abertura. 

  

Dr Pessoa Thiago Rodrigues/Lupa1

A Coordenadoria de Comunicação da Prefeitura de Teresina informou que o decreto está sendo finalizado e deve sair nesta quarta-feira (17). “Decreto ainda não está pronto”, informou a gestão municipal. 

Essa falta de alinhamento entre governo municipal e governo estadual só atrapalha as discussões e o próprio enfrentamento da pandemia do coronavírus. Além disso, a legislação diz que o município pode agravar, ou seja, apertar as medidas restritivas, mas jamais aliviar, como quer Dr. Pessoa. 

Teresina é a cidade do Piauí que mais sofre com a gravidade da pandemia, até pelo tamanho e pela rede hospitalar que recebe pacientes de vários lugares. 

Não é razoável que haja tamanho descompasso entre as gestões. Antes de sustentar opiniões pessoais a todo custo e ser irredutível, é preciso levar em conta a necessidade de conter o avanço da pandemia. 

Dr. Pessoa, o prefeito, precisa dialogar mais, sentar com o governador e discutir soluções. Não se entra aqui no mérito de quem tem ou deixa de ter razão nessa querela, mas simplesmente anunciar (ou ameaçar) a publicação de decreto que contraria outro sem dialogar com o Estado não é uma iniciativa que contribui para amenizar a crise. 

Nesse momento tão difícil, não é hora de ninguém ser cabeça dura. É hora de dialogar com inteligência e serenidade.

Mais informações sobre: 

Governo alerta que Dr. Pessoa não pode contrariar medidas do decreto estadual

Mais conteúdo sobre:
Covid-19Dr PessoaGoverno do Piauí

Dê sua opinião:

Veja Também

Cultivemos o amor

Cultivemos o amor

O abismo da vacinação no Brasil

O abismo da vacinação no Brasil