Sherlock

Eleições 2º Turno Teresina

Ex-presidente FHC deixa o PSDB Teresina de lado e diz: “se o candidato não é bom, fazer o que?”

Ele votou por volta das 10h em zona eleitoral em Higienópolis, no Centro de São Paulo e joga panos quentes na eleição de Teresina

Até  o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) parece ter desistido das eleições do seu partido nas capitais do país, e Teresina entrou para o pacote.


Eleição no Brasil depende do candidato, não é do partido segundo o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

Ele disse na manhã deste domingo (29) que "é normal" o desgaste do partido e a redução de vitórias de candidatos tucanos nas eleições municipais de todo o país. 

Em Teresina, o candidato do seu partido, Kleber Montezuma (PSDB), representa uma linha que já segue há mais de 30 anos no poder executivo da cidade, e é um dos que amarga baixos índices nas pesquisas eleitorais do segundo turno.

Pelo visto o ex-presidente já desistiu muito antes das lideranças estaduais e resolveu focar sua atenção para a cidade de São Paulo, onde o prefeito Bruno Covas (PSDB) de acordo com as pesquisas, tem reais chances de reeleição.

"Acho que isso é normal, com o tempo os partidos perdem popularidade e se desgastam em algumas cidades. O importante é que vamos ganhar aqui. Isso é o que vale". 

"Eleição no Brasil depende do candidato, não é do partido. Se o candidato não é bom, fazer o que?", completa.

Se uma das maiores lideranças do partido no país, já mostrou ter desistido, por aqui as coisas para o PSDB, que elegeu apenas uma prefeitura - na cidade de Passagem Franca -em todo o Piauí, não estão muito boas também.

Tudo indica que o que hoje estamos vendo, não é o fim do mandato do atual prefeito Firmino Filho (PSDB), mas o fim do que já foi um de maiores partidos no Piauí.

Dê sua opinião:

Veja Também