Tony Trindade

A melhor palavra é o exemplo

Governador anuncia novo decreto de restrições e divide opiniões.

O governo do Piauí anunciou ontem (22) um novo decreto com medidas restritivas mais duras em decorrência da Covid-19. É um lockdown parcial, com duração de 14 dias e cuja validade passa a ser a partir de manhã (24).

Todas as atividades consideradas não essenciais ficarão impedidas de funcionar presencialmente. Aulas voltaram a ser suspensas em escolas públicas e privadas do Piauí. 

Tão logo o governador Wellington Dias (PT) anunciou o decreto, as reações foram diversas e os argumentos também. Ao que se sabe, ninguém discorda da gravidade da pandemia e da adoção de medidas, mas o fechamento de vários segmentos causou muita indignação. 

A principal crítica é ao discurso de quem agora aparece cobrando da sociedade o que não fez na campanha eleitoral de 2020. Ali, naquele período de eleição, as aglomerações ocorriam aos montes. Carreatas, caminhadas, convenções, entrevistas coletivas, viagens em comitivas e tudo mais. Agora, aqueles mesmos políticos que “pintaram e bordaram” sem medo da Covid-19, querem da sociedade o bom exemplo que eles passaram longe de dar.

Tudo bem que exemplo ruim não deve ser seguido e que as coisas certas devem ser feitas independentemente dos outros estarem fazendo ou não. Porém, quando os governantes são os primeiros a não dar exemplo, fica difícil exigir que a sociedade o faça. 

Uma boa parcela da nossa classe política já é desacreditada perante à população e quando esse tipo de contradição acontece, o descrédito só aumenta, bem como estimula muita gente a não seguir as regras por impostas. 

Um velho ditado diz que a melhor palavra é o exemplo. E exemplo os nossos políticos, em sua maioria, não deram.

Mais conteúdo sobre:
Covid-19

Dê sua opinião: