Retorno Seguro

UFPI pode cobrar comprovante de vacinação no momento da matrícula

O anúncio ocorre após repercussão negativa da decisão do Consun da UFPI, de rejeitar a obrigatoriedade do passaporte da vacina.

A Universidade Federal do Piauí (UFPI) anunciou nesta quinta-feira (20) que está adotando procedimentos administrativos para que o comprovante de vacinação contra Covid-19 deva ser apresentado pelos alunos no momento da matrícula.

  

Universidade Federal do Piauí, UFPI
Divulgação

A providência está nos cuidados da universidade para o retorno das aulas, a partir do dia 7 de fevereiro, quando a instituição amplia o regime híbrido de ensino, que implica na oferta de disciplinas no modelo remoto convivendo com outras em formato presencial.

“Nossa preocupação é adotar todas as providências no sentido de garantir a biossegurança de toda a comunidade universitária”, diz o médico infectologista e vice-reitor, Viriato Campelo.

  

Viriato Campelo, vice-reitor da UFPI
Reprodução / Alepi

A medida para que os alunos apresentem o comprovante de forma digital, no momento da matrícula, é mais um passo nesses cuidados. Viriato explica que o comprovante deverá ser anexado como um documento no processo de matrícula. Ele acrescenta que isso faz parte da preocupação da UFPI com a saúde da comunidade acadêmica.

O anúncio das medidas ocorre após repercussão negativa da decisão do Conselho Universitário (Consun) da UFPI, de rejeitar a obrigatoriedade do passaporte da vacina no retorno das aulas presenciais.


Fonte: Ascom / UFPI

Mais conteúdo sobre:
Covid-19ParnaíbaPiauíPicosTeresinaUFPI

Dê sua opinião: