Vacina

OAB solicita fiscalização da Procuradoria-Geral durante vacinação da Covid-19

Segundo a OAB, a iniciativa visa garantir o cumprimento, inicialmente, da imunização dos grupos prioritários.

O Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí, Celso Barros Coelho Neto, encaminhou um ofício para a Procuradora-Geral de Justiça do Estado, Carmelina Moura, solicitando acompanhamento e fiscalização na aplicação da vacina contra o novo coronavírus.

  

OAB-PI Divulgação

Segundo a OAB, a iniciativa visa garantir o cumprimento, inicialmente, da imunização dos grupos prioritários para alcançar o objetivo de redução de morbidade, mortalidade e transmissão da doença no Piauí.

Na última sexta-feira (15), a OAB Piauí realizou o acompanhamento da apresentação do Plano de Vacinação contra a Covid-19 no estado pelo governador Wellington Dias. O Plano apresenta as fases da vacinação, os grupos prioritários e demais informações operacionais, tais como, a capacitação de recursos humanos, monitoramento de eventos adversos, segurança e comunicação.

Conforme  o plano, na primeira fase serão vacinados trabalhadores de saúde, pessoas de 75 anos ou mais, povos e comunidade tradicionais ribeirinhas e Quilombolas, bem como a população indígena em terras indígenas demarcadas. Na segunda, serão as pessoas de 60 a 74 anos. Já na terceira, será a vez das pessoas com comorbidades.

Já na quarta fase, estão as pessoas em situação de rua, forças de segurança e salvamento, forças armadas, trabalhadores da educação, pessoas com deficiência permanente grave, dentre outros grupos.

Mais conteúdo sobre:
Covid-19OAB-PI

Dê sua opinião: