Ministro do STF decide prorrogar inquérito sobre interferência de Bolsonaro na PF

A medida foi divulgada na manhã da última terça-feira (20)

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), prorrogou por mais 90 dias a investigação que apura os depoimentos feitos pelo ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro sobre suposta tentativa de interferência do presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal (PF).
 
O inquérito tinha como prazo final o próximo dia 27/7, mas, de acordo com o ministro Alexandre de Moraes, há necessidade de prosseguimento das investigações, nos termos previstos no artigo 10 do Código de Processo Penal (CPP).

  
Jair Bolsonaro e Alexandre de Moraes
 
 
 


 
O Plenário do STF deverá retomar, na sessão do dia 29/9, a análise contra a decisão que rejeitou o pedido do presidente da República para prestar depoimento por escrito.

Confira aqui o processo na íntegra.

Fonte: Supremo Tribunal Federal

Mais conteúdo sobre:
Jair Bolsonaro

Dê sua opinião: