Lupa 1

Conflito

Visita de Pelosi em Taiwan agrava relações entre China e Estados unidos

Os chineses prometeram várias medidas para punir os EUA por conta da visita de Nancy Pelosi em Taiwan.

Foi anunciado pela china nesta sexta (5) o termino de uma série de cooperações entre eles e os EUA nas áreas com mudanças climáticas, politicas contra as drogas e parcerias militares.


O comunicado foi feito tendo em vista um conflito nas relações entre Washington e Pequim, agravada pela viagem da líder da câmara dos Estados Unidos a Taiwan. Foi prometido pelos chineses várias medidas para punir os EUA pela visita de Nancy Pelosi até a ilha, onde Pequim a considera como parte de seu território.

 

XinhuaAssociated Press

Exercícios militares já foram realizados e divididos em seis pontos diferentes na costa de Taiwan dando início aos atos punitivos, e devem prosseguir até o domingo. Mísseis já foram lançados sobre a ilha segundo a defesa de Taiwan.
Mesmo a China protestando contra o fato da província autogovernada ter contato com governos de outros países, o estopim para o descontentamento chinês se deu por conta da visita de Pelosi, tendo em vista também o fim das relações em locais considerados de grande importância.


Alguns acordos entre as duas nações mais poluidoras do mundo já se encontram ameaçados, como o comprometimento ainda nesta década em acelerar as ações pelo clima. Devido o atrito nas relações ente Washington e Pequim, que atingiram o nível mais baixo dos últimos anos, acordos como esse e outros estão fortemente em risco.

DÊ SUA OPINIÃO