Sherlock

Março de 2021: O mês mais mortal da pandemia

Brasil registra 2.730 mortes por Covid em 24h. Com 38 mortes nas últimas 24 horas, Piauí bate recorde desde o início da pandemia da Covid-19.

Faltando 12 dias para o fim do mês, março já acumula o maior número de mortes no Brasil desde o início da pandemia. São 35.507 óbitos até agora. E o ritmo só tem acelerado: a média móvel bate recordes há 21 dias seguidos e ultrapassou a marca de dois mil nesta semana. No atual ritmo, serão mais de 57 mil vidas perdidas até 1º de abril.

A explosão — só na última semana foram mais de 15 mil mortes — levou ao colapso nacional do sistema hospitalar, de proporções inéditas na história brasileira segundo a Fiocruz.

Até agora, julho havia sido o mês com o maior número de mortes, com 32.912 vidas perdidas para a doença. Marcelo Mendes Brandão, do Laboratório de Biologia Integrativa e Sistêmica da Unicamp, ressalta que desde dezembro o Brasil vem facilitando a vida do vírus.

O Brasil registrou 2.730 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas e totalizou nesta sexta-feira (19) 290.525 óbitos. Com isso, a média móvel de mortes no país nos últimos 7 dias chegou a 2.178, mais um recorde no índice. Pela primeira vez, o país bateu a marca de 15 mil mortes em uma semana. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de +50%, indicando tendência de alta nos óbitos pela doença.

É o que mostra novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h desta sexta.

Nas últimas 24 horas foram registrados, no Piauí, 1.460 casos confirmados e 38 óbitos pela Covid-19, maior número em toda a pandemia, segundo os dados divulgador pela Secretaria de Estado da Saúde, na noite desta sexta-feira (19).

Mais conteúdo sobre:
Covid-19

Dê sua opinião:

Veja Também