Lupa 1

Absurdo

Advogada é impedida de entrar em prédio da Justiça Federal por causa da saia

O caso foi registrado na última segunda-feira (20) em Rondônia.

Uma advogada de Rondônia foi impedida de entrar no prédio da Justiça Federal em Porto Velho, no centro da cidade, por causa do tamanho da saia dela. O caso foi registrado na última segunda-feira (20).

Joice Level disse que foi até o prédio, acompanhada da mãe, para consultar processos antigos na 6ª Vara da Justiça Federal. Ao chegar na portaria, um dos seguranças disse que a mãe dela poderia entrar, mas ela, não. Ao g1, Joice contou que perguntou o motivo da recusa, ao que o segurança respondeu que a saia dela era muito curta.

Atordoada, Joice saiu para a rua e começou a perguntar às pessoas se elas achavam que a saia dela era inapropriada para o ambiente. Diante da negativa, a advogada entrou em contato com a Comissão de Defesa das Prerrogativas (CDP) da Ordem dos Advogados de Rondônia (OAB-RO). Apenas depois disso é que ela foi liberada.

Por meio de nota, a Comissão da Mulher Advogada da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Rondônia disse que Joice foi tratada de maneira hostil “gerando grande constrangimento e impedimento ao exercício da sua profissão”.


Mais conteúdo sobre:
OAB-PI

Dê sua opinião: