Lupa 1
Gustavo Almeida

Para furar a polarização

PSDB e MDB iniciam conversas para formar “poderosa federação”

União dos dois partidos em federação pode mudar rumo de eleições nos estados.

O presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, confirmou no final da tarde desta quarta-feira (2) que seu partido iniciou tratativas com a direção nacional do MDB em busca da formação de uma federação entre as duas siglas. Atualmente, os dois partidos têm pré-candidatos a presidente da República e a federação uniria forças para tentar furar a polarização entre o ex-presidente Lula (PT) e o atual presidente Jair Bolsonaro (PL).

Presidentes do PSDB, Bruno Araújo, e do MDB, Baleia Rossi (Fotos: Agência Brasil)

“Iniciamos conversas com o MDB sobre a possibilidade de formarmos em Federação uma poderosa força política entre partidos que têm relevante história na vida pública do País. Nesse momento vou me dedicar a ouvir internamente o conjunto de nossas lideranças. Há um caminho a ser percorrido, mas o momento que passa o País exige de nós essa tentativa”, escreveu Bruno Araújo no Twitter.

Postagem feita por Bruno Araújo no Twitter (Foto: Reprodução/Twitter)

Se a federação acontecer, MDB e PSDB terão que estar alinhados pelos próximos quatro anos também nos estados e nos municípios, o que forçaria as duas siglas a estarem no mesmo palanque nas eleições de outubro deste ano nos estados. 

No Piauí, por exemplo, PSDB e MDB estão atualmente em lados opostos. Uma eventual federação decidida nacionalmente levaria, de forma impositiva, a uma mudança nesse cenário.

Mais conteúdo sobre:
MDBPiauíPSDB

Dê sua opinião: