Política

Primeira-dama

Rejane Dias nega intenção de ir para o TCE-PI: “Isso não existe”

Mulher do governador Wellington Dias garante que está focada no mandato de deputada federal.

A deputada federal e primeira-dama do Piauí, Rejane Dias (PT), negou nesta segunda-feira (22) que tenha intenção de se tornar conselheira do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI). Informações sobre uma possível ida da petista para a Corte de Contas chegaram a circular na imprensa, mas ela garante que isso não existe.

Deputada federal Rejane Dias (Foto: Gustavo Almeida/Lupa1)

“Eu até agradeço essa pergunta, porque isso não existe. Eu estou tão focada no meu mandato e principalmente em como eu posso ajudar o meu Estado diante da mais grave crise dos últimos 100 anos que é a crise da Covid-19. Essa é a minha preocupação”, falou.

Caso fosse para o TCE-PI, Rejane não seria a primeira mulher de governador a conseguir uma vaga no Tribunal. Em 2012, a então primeira-dama Lilian Martins, na época deputada estadual, foi escolhida pela Assembleia Legislativa. Houve muitas críticas e repercussão nacional pelo fato de Lilian ser mulher do governador Wilson Martins e ter sido escolhida sob forte influência do marido, que na época tinha ampla maioria de deputados na Assembleia.


Mais conteúdo sobre:
ALEPIRejane DiasTCE-PI

Dê sua opinião:

Veja Também