Lupa 1

Agressão

Justiça decreta prisão preventiva de advogado que espancou procuradora-geral em SP

Demétrius Oliveira de Macedo espancou a procuradora-geral Gabriela Samadello Monteiro de Barros na última segunda (20).

A Justiça decretou a prisão preventiva do procurador Demétrius Oliveira de Macedo, de 34 anos, que espancou a procuradora-geral da Prefeitura do município de Registro, Gabriela Samadello Monteiro de Barros. O pedido foi apresentado na tarde desta quarta-feira (22), na 1ª Vara Criminal de São Paulo, pelo delegado Daniel Vaz Rocha, que está responsável pelo caso.

  

Gabriela Samadello brutalmente agredida por Demétrius Oliveira Macedo
Reprodução

No pedido, o delegado apontou que o acusado “vem tendo sérios problemas de relacionamento com mulheres no ambiente de trabalho, sendo que, em liberdade, expõe perigo a vida delas, e consequentemente, a ordem pública". 

Ainda de acordo com a Polícia Civil, a investigação instaurada para apurar o caso reuniu fotos e vídeos da agressão, além de depoimento da procuradora-geral para fundamentar o pedido de prisão preventiva.

Entenda o caso

A procuradora-geral do município de Registro, no interior de São Paulo, foi agredida por um colega dentro da própria prefeitura, onde trabalham, e ficou com o rosto ensanguentado.

O caso aconteceu na tarde da última segunda-feira (20), por volta das 16h50. A ação foi filmada por outra funcionária e mostra que o também procurador Demétrius Oliveira Macedo, desferiu socos e chutes contra a colega.

A agressão teria sido motivada pela abertura de um processo administrativo contra o procurador por conta de sua postura no ambiente de trabalho.

Dê sua opinião: