Lupa 1

Sesapi

Os casos de dengue aumentaram 745% no Piauí

O boletim apresenta ainda que no sistema estão confirmados três óbitos no Estado, todos do município de Teresina.

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) liberou, na manhã desta quarta-feira (18), mais um boletim epidemiológico de dengue no Piauí, em 2022. Segundo dados do boletim, em sua 19ª semana epidemiológica, o Piauí registrou um aumento de 745,6% nos casos de dengue e um crescimento de 5.112,9% nos casos de chikungunya. Segundo os dados, o Estado não registra óbitos por chikungunya desde 2018.

Ainda segundo dados do informe epidemiológico, em 2022, 187 municípios registraram 9.242 casos prováveis de dengue, ao passo que no mesmo período de 2021 foram 1.093 notificações realizadas por 75 municípios. O boletim apresenta ainda que no sistema estão confirmados três óbitos no Estado, todos do município de Teresina.

O secretário de Estado da Saúde, Neris Júnior, fala que o aumento dos casos vem sendo acompanhado e que as equipes técnicas da Sesapi estão dando todo o apoio aos municípios.  

  
Secretário da Saúde do Piauí, Neris Júnior. Reprodução/Sesapi
 
 
 

“Esse perfil de aumento de casos em relação ao mesmo período do ano passado vem se repetindo a cada semana. E nossa equipe vem trabalhando junto aos municípios, dando apoio técnico, reforçando as medidas necessárias e enviando o serviço de fumacê para o enfrentamento à dengue e a chikungunya no Estado”, destacou o secretário.

Novo Santo Antônio; Antônio Almeida; Patos do Piauí; Simplício Mendes e Tanque do Piauí são os cinco municípios com maior incidência de dengue nesta 19ª semana epidemiológica. Em relação aos casos de chikungunya, o boletim apresenta que Simplício Mendes; Alagoinha do Piauí; São Julião; Monsenhor Hipólito; Alegrete do Piauí; Jaicós; Campo Grande do Piauí e Patos do Piauí como os municípios que apresentaram maior incidência nos casos da doença.

Mais conteúdo sobre:
FMSGoverno do PiauíSesapi

Dê sua opinião: