Avião com integrantes do Palmas cai em Tocantins e deixa seis mortos

Quatro jogadores, o presidente da agremiação, Lucas Meira, de 32 anos, e o piloto da aeronave morreram.

Um grave acidente ocorreu na manhã deste domingo (24), envolvendo a aeronave que transportava membros da delegação do Palmas Futebol e Regatas.

Parte dos integrantes do time estavam viajando para Goiânia, para a partida da Copa Verde desta segunda-feira (25), no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, quando o avião de pequeno porte caiu após decolar, no Distrito de Luzimangues, em Porto Nacional, no estado do Tocantins.

Quatro jogadores, o presidente da agremiação, Lucas Meira, de 32 anos, e o piloto da aeronave morreram.

Os jogadores que morreram no acidente foram: Lucas Praxedes, de 23 anos; Guilherme Noé, de 28 anos; Ranule, de 27 anos e Marcus Molinari, de 23 anos. O piloto foi identificado como comandante Wagner.


O Vila Nova publicou uma nota de pesar pela tragédia.

Confira a nota na Íntegra:

"O Vila Nova Futebol Clube recebe com consternação e profunda tristeza a notícia sobre o acidente aéreo que vitimou fatalmente o presidente do Palmas Futebol e Regatas, Lucas Meira, quatro jogadores da equipe, Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari, e o comandante da aeronave, Wagner.

Parte da delegação viajava para Goiânia, para a partida da Copa Verde nesta segunda-feira, 25, no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, contra o Vila Nova, quando o grave acidente ocorreu com o avião de pequeno porte.

O Vila Nova deseja que todos os amigos e familiares das vítimas sejam consolados no colo do Pai neste momento de tamanha angústia e

tristeza. O clube afirma, ainda, que corroborará com o adiamento da partida e fará homenagem aos ocupantes no jogo da próxima quinta-feira, 28, pelo Campeonato Goiano. Vila Nova Futebol Clube".

Dê sua opinião: