Lupa 1
Vinicius Vainner

Mel do Piauí vira o preferido da elite paulistana

Uma doce notícia! O mel do sertão do Piauí, virou um dos produtos mais consumidos e queridos da elite paulistana!

Foto: Vinicius Vainner 

Quem vai às compras no St. Marché, supermercado voltado à classe A de São Paulo, vai encontrar os facilidade o produto nas prateleiras, vendido com certificação de orgânico e todo um valor de mercado embutido por sua produção na caatinga piauiense, com um preço acima de mercado e sob o aval da conceituada Ana Maria Diniz, filha de Abilio Diniz e sócia de uma das maiores empresas e empregadoras do país.


A unidade de 250 gramas do mel made in Piauí é vendida por aproximadamente 40R$. A comercialização do mel piauiense é uma iniciativa da  Polvo Lab, que foi criada por Ana Maria para fomentar ações que viabilizem o lucro e o avanço social. Para o projeto, a Polvo Lab  conta com a parceria da Comapi (Cooperativa Mista dos Apicultores da  Microrregião da cidade de Simplício Mendes).


Recentemente, o mel piauiense foi um dos principais destaques da Feira Nordestina da Agricultura Familiar que aconteceu em Natal (RN), e atraiu a atenção de empresários e investidores do Brasil e de outros países que visitaram o evento. No ano passado, o Piauí se destacou por se tornar o maior exportador de mel do país, concentrando cerca de 30% de todo o mel que foi exportado pelo Brasil no primeiro semestre. Os números confirmados pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico mostram que a exportação de mel no primeiro semestre de 2021 superou a produção de todo o ano de 2020, totalizando US$ 34,5milhões, cerca de  7,6% de participação em toda a exportação do Piauí neste ano, ficando atrás apenas da soja.

Mais conteúdo sobre:
Piauí

Dê sua opinião: