Vinicius Vainner

Caso Izadora Santos Mourão pode ser desvendado nas próximas horas

DHPP assume investigação a pedido da Secretaria de Segurança

Após a repercussão do caso, o Departamento de Homicídios e proteção à Pessoa, assumiu a investigação do assassinato da advogada Izadora Santos Mourão.

Izadora Santos Mourão
O pedido teria partido da Secretaria de Segurança do Estado.  O crime aconteceu nesse último sábado, na cidade de Pedro II, região norte do estado. Em depoimento, um familiar da vítima que tinha 41 anos de idade, disse que uma mulher ainda não identificada, teria entrado na casa da advogada com a desculpa de vender objetos e logo em seguida, cometido o crime. Hipótese que não foi comprovada até o momento pelas investigações. Segundo o delegado Francisco Costa (Baretta), todas as informações estão sendo investigadas com o objetivo de elucidar o mais rápido possível o crime. 

Francisco Costa Baretta
Delegado DHPP

A DHPP, não descarta a possibilidade de novidades sobre o caso nas próximas horas. Um dos fatos que mais chama a atenção, é que não existem testemunhas oficiais e até o momento ninguém teria visto na cidade a suposta mulher. 

Mais conteúdo sobre:
BarêttaDHPP

Dê sua opinião:

Veja Também

Cadê a lista?!

Cadê a lista?!