Sherlock

Denúncia! Instituto "Opinar" exclui candidatos de pesquisa e induz entrevistados

Um vídeo gravado na zona Sul de Teresina mostra a entrevista tendenciosa.

O Instituto de pesquisas OPINAR, que mantém estreita relação com PSDB de Teresina, tem realizado pesquisas em bairros da capital, aplicando formulários distorcidos, com objetivo de induzir o entrevistado a optar por nomes, em detrimento de outros.

Em vídeo gravado por um dos entrevistados pelo instituto OPINAR, na zona sul de Teresina, no início do mês em curso, é possível detectar a indução, de forma mais gritante, quando ele pergunta: “aí não tem a Simone Pereira? Porque não tem a Simone Pereira”. O rapaz responde que é “porque já fizeram um balanceamento” e aqueles seriam os nomes que estariam “mais ...”.


A prática de supressão e indução de nomes vem sendo denunciada há anos, mas nada foi feito até aqui.

Institutos são contratados a peso de ouro para realizar sequências de pesquisas e, no contexto, embutem estratégia de “ajuste” gradual em favor de contratantes. O MPF infelizmente nunca tomou providências quanto as recorrentes denúncias.

Enquanto isso, pra tristeza do Brasil, a vontade do eleitor permanece sendo manipulada em favor de poderosos, inescrupulosos, que se perpetuam no poder.

Mais conteúdo sobre:
MPFPSDB

Dê sua opinião: