Política

Com chapas proporcionais

Evaldo Gomes avalia que base do governador terá cinco partidos

Deputado afirma que Wellington Dias não será empecilho para partidos que se viabilizarem.

O deputado estadual Evaldo Gomes (Solidariedade) acredita que cinco partidos da base aliada do governador Wellington Dias (PT) vão conseguir formar chapa proporcional para as eleições de 2022. Em entrevista nesta terça-feira (20) ao programa Tribuna Piauí, da TV Band Piauí, ele avaliou que apenas MDB, PT, PSD, PL e Solidariedade conseguem fazer chapa.

Deputado estadual Evaldo Gomes (Foto: Reprodução/Band Piauí)

Recentemente, o governador Wellington Dias afirmou que se as regras atuais forem mantidas, o ideal seria sua base aliada ter apenas três partidos com chapas proporcionais nas eleições de 2022. Para Evaldo Gomes, o governador não vai ser empecilho para partidos que conseguirem se viabilizar para a disputa proporcional.

“A base do governo terá cinco partidos. PT, MDB, Solidariedade, PL e PSD. Porque são os cinco partidos que vão se viabilizar com chapas próprias para deputado estadual e deputado federal. O governador não será aquele empecilho para a construção desses partidos. Só quem não vai participar desse leque de partidos são os que não conseguirem se viabilizar. E pelo retrato, pela minha análise política, só serão esses cinco partidos. Não vejo outro partido dentro da base com condições”, avaliou o deputado.

No Solidariedade, Evaldo Gomes trabalha a montagem de chapas para as eleições de 2022 e não abre mão da composição proporcional. Atualmente, o partido tem um deputado estadual e uma deputada federal e quer ampliar sua bancada. Evaldo já avisou que não senta em mesa de quem propõe que o Solidariedade não tenha chapa.

Mais conteúdo sobre:
Evaldo GomesMDBPiauíPLPSDPTSolidariedadeWellington Dias

Dê sua opinião:

Veja Também