Política

Do jeito que Lula quer

Ex-presidente e Bolsonaro têm vivido um do outro e antagonismo entre lulismo e bolsonarismo é o que mantém os dois lados vivos.

Em entrevista ontem (09) a uma emissora de TV, o ex-presidente Lula (PT) saiu em defesa da polarização eleitoral. Na avaliação dele, polarizar é natural da política. O petista criticou duramente as correntes que defendem o surgimento de uma terceira via, ou seja, de uma alternativa fora da polarização entre lulistas e bolsonaristas. 

Ex-presidente Lula / Foto: PT

Lula citou que já polarizou várias eleições ao longo da carreira política e que toda campanha eleitoral tem polarização. Ele ainda ironizou dizendo que algumas pessoas tentam “encontrar um santo” fora da polarização e concluiu: “não existe isso em política”. Para o petista, política é boa quando é polarizada. 

A fala de Lula prova exatamente aquilo que os mais sensatos dizem: Lula e Bolsonaro têm vivido um do outro. O antagonismo entre lulismo e bolsonarismo é o que mantém os dois lados vivos. Por isso Lula acha tão ruim a possibilidade de uma terceira via competitiva surgir no Brasil. Ele quer que tenha apenas Jair Bolsonaro para confrontar com o seu modo de fazer política. 

Para Lula, é ideal enfrentar Bolsonaro e para Bolsonaro é ideal enfrentar Lula e o seu PT. Quando usa ironia e deboche ao se referir às vias alternativas como “santas”, Lula também peca e deixa transparecer uma certa arrogância. 

O combalido Brasil precisa sim de alternativas. Jamais pode estar fadado a conviver somente com o lulismo e o bolsonarismo.

Mais conteúdo sobre:
Jair BolsonaroLulaPT

Dê sua opinião:

Veja Também