Organização criminosa de garimpo ilegal é desarticulada por Federais

Os investigados são responsáveis pelo desmatamento de mais de 60 mil hectares de áreas para abertura de garimpos de ouro.

A Polícia Federal desarticulou nesta quarta-feira (15) uma organização criminosa que atua em garimpos ilegais de ouro na região do município de Centro Novo, interior do Maranhão. Segundo a PF, os criminosos têm grande poder econômico e político, atuando na região há pelo menos três anos.

  

Operação Curimã, Polícia Federal Polícia Federal

Os investigados são responsáveis pelo desmatamento ilegal de mais de 60 mil hectares de áreas para abertura de garimpos de ouro, sem a autorização dos órgãos competentes. As investigações apuraram que esses garimpos utilizam cianeto, componente químico altamente prejudicial à saúde humana, de forma massiva para extração do ouro.

Os investigados responderão pelos crimes de usurpação de bens da União, poluição, mineração ilegal, além de porte ilegal de arma de fogo e por integrarem organização criminosa. Somadas as penas máximas ultrapassam mais de 20 anos.

Mais conteúdo sobre:
Polícia Federal

Dê sua opinião: