Exclusivo: Lupa1 divulga lista completa de funcionários da Assembleia Legislativa do Piauí

Na lista constam funcionários efetivos,comissionados,aposentados e assessoria de Gabinete.Assembleia diz que tem explicação para cada cargo e salários

Nos últimos dias um jornalista desempregado, de nome Petrus Evelyn, que tem um perfil na rede social Instagram, denominada O PIAUIENSE, vem divulgando nomes de pessoas públicas, notadamente políticos e jornalistas, que ocupam cargos na Assembleia Legislativa do Piauí, como sendo uma “descoberta” que o mesmo tenha feito e que isso seria uma espécie de escândalo.

O citado jornalista, vem pegando dados dos seus alvos e respectivos salários, divulgando em sua rede social, provocando assim um alvoroço entre seus simpatizantes e aqueles que apreciam usar a internet como “rádio calçada”, tanto para fofocar e promover ataques a figuras públicas.

Familiares do jornalista Petrus Evelyn, inclusive do exterior, estariam chantageando diversas pessoas. No perfil, o jornalista passa a sensação que teria “conseguido” uma lista com CPFs de pessoas e que, em seguida ele teria feito uma espécie de rastreio sobre esses números, o que é uma inverdade.

O sensacionalismo aplicado ao fato deu a sensação de uma “grande descoberta” a algo que está disponível nas informações prestadas pelo legislativo à corte de contas. O ímpeto de atacar, expor e ridicularizar pessoas em algo que não é objeto de nenhuma denúncia revela o grau de maquiavelismo adotado nas postagens do citado jornalista que, desempregado, usa o perfil na rede social Instagram para ganhar seguidores e a eles pede “ajuda” financeira, alegando ser independente e investigativo.

Muitos têm caído na prática golpista e passaram a depositar quantias na conta do rapaz que, por sua vez, não revela os valores recebidos e nem o nome de seus “colaboradores”. Ele diz a amigos que busca montar uma pirâmide financeira com a captação de recursos

A lista de funcionários da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) é sistematicamente enviada ao Tribunal de Contas do Piauí (TCE), como fazem todos os demais órgãos públicos.

Na lista obtida pelo Lupa1 constam nomes, cargos e salários dessas pessoas, onde estão funcionários efetivos, comissionados, parlamentares e aposentados.

Entre os funcionários estão prestadores de serviço da própria assembleia, da TV Assembleia, Rádio Assembleia, Fundalegis, Escola do Legislativo e Centro médico.

“A Assembleia não tem o que esconder. É um poder público e tem suas portas abertas a todos. O que é inadmissível é ver alguém fazer um estardalhaço mentiroso e ainda ter quem acredite nisso. Afirmou um advogado, do corpo jurídico da Assembleia, que avalia todo o fato e prepara ações de reparos de danos.

A lista de funcionários da Assembleia do Piaui traz salários altos de algumas figuras públicas, mas são todos com amparo legal e resultante, em alguns casos, de decisões judiciais favoráreis a estas pessoas. A divulgação feita pelo citado jornalista não teve o cuidado de detalhar situações ou mesmo deixar claro que não há ilegalidade comprovada. Sequer há qualquer ação contra o ato.

Há poucos meses o movimento Custo Piaui solicitou a Assembleia essa mesma lista, quando foi informado que a mesma estaria disponível nos arquivos do TCE, como bem revela o documento - devidamente timbrado - do TCE, que disponibilizamos aqui.

Acesse a lista de funcionários na íntegra:

Folha de Pagamento - Alepi .pdf

Mais conteúdo sobre:
ALEPI

Dê sua opinião: